By Ana Letícia

Como abrir uma loja virtual

Muita gente deseja abrir uma loja virtual, mas não faz ideia de onde começar. Veja como abrir uma loja virtual do zero.

Atualmente as pessoas estão optando por fazer a maioria das coisas online e isso inclui fazer compras. Principalmente no momento que estamos passando, as compras online aumentaram significativamente e com isso muitos comerciantes passaram a vender online também.


Que vale a pena investir nesse universo virtual que só está começando e tem aumentado muito nos últimos tempos é uma boa opção, isso não tem como negar.

Recentemente, mais especificamente em dezembro de 2020 abri minha loja online e para começar não foi nada fácil. Precisei fazer muitas pesquisas e mesmo assim errei bastante com minha loja.

Se você busca por informações para abrir sua loja de forma segura (quase) sem erros. Está no lugar certo!

Vale a pena abrir uma loja virtual?

Com uma loja virtual é mais fácil alcançar mais pessoas e você pode ter diversos clientes de várias partes do Brasil e até do mundo. Porém, ter uma loja online não é tão fácil assim, não basta criar uma e deixar a toda sorte.

Em uma loja virtual o cliente estará fazendo compras sozinho sem auxílio de um vendedor, além disso, ele não estará vendo pessoalmente o produto que pretende comprar. Outra coisa que pode atrapalhar bastante as vendas, é o frete que muitas vezes sai absurdamente alto para determinadas regiões.

Mas mesmo para quem tem uma loja física, é necessário estar online, pois é onde se concentra um número considerável de pessoas interessadas em determinado produto.

Se sua loja terá sucesso ou não, não tem como saber antes de tentar. Veja abaixo como abrir uma loja virtual do zero.

Lei do e-commerce 

Há alguns anos atrás, não existiam leis para a venda online. Contudo, de uns tempos para cá, mais precisamente em 2013, foi criado Decreto Nº 7962/2013. Para abrir uma loja virtual, a primeira coisa que deve fazer é ler e ficar ciente de tudo! Para ler e ficar por dentro da lei, clique aqui para ser direcionado ao site do planalto.

O que é obrigatório: 
  • NFE
  • ICMS
  • CNPJ
NFE

Atualmente a NFE (Nota fiscal eletrônica) é obrigatória. Ela pode ser colocada dentro ou fora da caixa com proteção, desde que ela vá. Essas notas fiscais podem ser feitas através do site da receita

Em alguns locais como a Shopee, quando você faz uma venda por lá a NFe é feita pela própria plataforma logo após a compra do cliente. 

ICMS

ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é um imposto aplicado em cima de todos os produtos e serviços vendidos nessa área do comércio, isso quer dizer que não importa se sejam virtuais ou físicos!

CNPJ 

O CNPJ é o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica. Toda e qualquer empresa é obrigada a fazer esse cadastro antes de começar qualquer atividade comercial. Para emitir nota fiscal eletrônica em uma loja virtual, é preciso ter um CNPJ. Por isso, antes de qualquer coisa, providencie o seu!

MEI

O MEI (Micro Empreendedor Individual) é a melhor opção para quem está começando. Para criar um MEI não é necessário pagar, contudo é cobrado um valor mensal maior ou equivale a R$ 50. Eu recomendo esse método, visto que é bem acessível. Abri o meu um bom tempo antes de começar a minha loja, porém não recomendo fazer isso.

Custos

Para começar, não é necessário investir muito. Você pode começar com até mesmo 10 reais e não pagar nada pela plataforma que vai usar vendendo através do Instagram ou da Shopee.

Não tenha medo de começar de baixo, pois é começando que sabemos se dará certo ou não.

Como abrir uma loja virtual do zero 

1- Defina sua mercadoria

Você já sabe qual seu nicho de venda? Se não, foque em um nicho que você tenha autoridade e paixão. Se você gosta de moda e tem um conhecimento mesmo que mínimo sobre o assunto, invista em roupas. Dessa forma, você saberá como abordar ou atender clientes.

A mercadoria é literalmente a alma do negócio. Faça uma pesquisa de concorrência para ver o que vende mais em outras lojas e o que vende menos. Assim, você saberá em quais produtos investir.

2- Faça pesquisas

Além de pesquisas de concorrência, fazer outros tipos de pesquisas é imprescindível. Principalmente sobre as leis e de como você pode ficar dentro delas.

Pesquisas de plataformas, hospedagem, melhores produtos e muitos outros. Faça pesquisas e anote tudo o que achar interessante.

3- Liste fornecedores

Uma das coisas mais importantes do comércio são os produtos. Por isso, é preciso fazer uma lista de possíveis fornecedores e fazer uma pesquisa em cima disso.

Fique de olho nas avaliações que os clientes dão aos fornecedores e tome bastante cuidado com empresas falsas. Você pode buscar por canais no YouTube ou blogs que indicam fornecedores de acordo com seu nicho.

Para quê é preciso ter uma lista de fornecedores? 

A resposta é bem simples. Talvez você seja pego desprevenido com o aumento de preços, não goste muito do atendimento e entre outras coisas.

4- Registre seu domínio 

O domínio é o endereço da sua loja. Ele é responsável por redirecionar o cliente para sua loja. Além disso, quando as pessoas procurarem por algum produto no Google, sua loja pode aparecer para elas.

Outro benefício de se ter um domínio é que você pode criar uma loja dentro do Instagram. Dessa forma, o cliente pode visualizar todos os seus produtos juntamente com os preços e se caso queira adquirir algum produto, ele é redirecionado diretamente para o site.

Para um melhor alcance regional, crie um domínio de final .com.br. Se você quiser, também pode colocar o nome do que você vende no corpo do domínio, um exemplo é www.nomedalojaperfumes.com.br.

Opte sempre por nomes curtos para que as pessoas não esqueçam o nome da sua loja. É muito importante que pense muito em como alcançar mais pessoas.


5- Escolha um bom servidor 

Após registrar seu domínio, é necessário que hospede em algum lugar. Existem várias empresas de hospedagem de sites por aí, mas como escolher uma que realmente seja boa e que cumpra com suas promessas?

O que um bom host precisa ter:

  • Suporte
  • Limite de tráfego 
  • Preço justo
  • Disponibilidade

6- Escolha uma boa plataforma

A plataforma é onde você irá cadastrar todos os seus produtos e até mesmo editar o layout do site. Dentro de uma plataforma tem a forma onde só você pode ver, que são as partes de configurações e outras e a parte que o cliente poderá ver, que é sua loja.

Escolher uma boa plataforma, pode ser mais fácil do que você pensa. Porém, ele precisa ter alguns critérios antes de qualquer coisa.

  • Funcionalidade
  • Navegabilidade 
  • Integração com ferramentas 
  • Certificado SSL
Mas como saber se a plataforma possui esses requisitos? 

Com algumas pesquisas rápidas na internet é possível saber quais benefícios terá em escolher uma plataforma.

Além disso, algumas plataformas como a Iluria por exemplo, tem teste grátis de alguns dias. No caso da Iluria, são 15 dias de teste grátis até que decida se irá continuar nela ou não. Essa quantidade de dias é mais que necessário para conhecer bem a plataforma.

7- Template agradável 

O template é muito importante para uma loja virtual. Então, é preciso escolher melhor algumas coisas para melhor navegabilidade.
  • Cores
  • Informações 
  • Facilidade de navegação 
  • Fontes
  • Busca 
Cores

As cores da sua marca precisam concordar umas com as outras. Mas como assim? Se a fonte for clara, o plano de fundo também não pode ser claro e isso serve para cores escuras! Isso torna a leitura muito difícil. Cores neon também dificultam bastante a leitura.

Informações 

É importante que todas as informações necessárias fiquem visíveis. Horário de funcionamento, contatos, número de telefone/Whatsapp, como comprar, formas de pagamento, formas de envio e outros que você achar pertinente.

Facilidade de navegação 

Outra coisa muito importante é a facilidade de navegação. Muitas vezes a dificuldade do cliente fazer uma compra, acaba fazendo com que ele desista.

Deixe o menu à vista para facilitar a busca do cliente e além disso, coloque alguns produtos principais na página inicial. O layout das versões para computador e celular devem ser fáceis de navegar.

Fontes

A fonte deve ser a melhor possível para a leitura do cliente. Não use fontes muito pequenas, muito coloridas ou muito menos difíceis de ler.

Busca 

Para melhor navegação dos compradores, uma barra de busca dentro do site é muito importante.

8-  Formas de pagamento 

Você já sabe as formas de pagamento que vai ter? Os cartões que vai aceitar? Paypal, pix, picpay? Isso pode ajudar muito nas vendas, pois muitas vezes o cliente pode pagar apenas de uma forma.

A maquininha SUMUP é uma das melhores na minha opinião. Mesmo que você venda online, ela tem a opção de link de pagamento.


9- Tire boas fotos do produto 

Fotos escuras, de má qualidade ou que não condizem com a descrição é o pesadelo do cliente. Pense bem nas melhores formas de como tirar boas fotos do seu produto e invista bastante nisso.

10- Coloque sua loja no ar

Depois de seguir os passos a cima, tirar boas fotos e cadastrar os produtos na loja, coloque ela no ar.

11- Divulgue sua loja

Não adianta colocar a loja no ar e simplesmente deixar lá. Divulgue bastante sua loja em todos os recursos que você conhecer, redes sociais, amigos e tenha cartão de visitas físico e virtual.


Mais dicas no Pinterest Quinze Pras Nove Blog
Instagram do blog @quinzeprasnoveblog

Um comentário

  1. Que legal compartilhar conosco em detalhes como abrir uma loja virtual. Atulamente é muito bom poder procurar ter uma fonte de renda que seja versatil.

    ResponderExcluir

- Esse espaço está sempre aberto para dicas, críticas construtivas opiniões e sugestões. Isso é de grande importância para o andamento do blog e me incentiva a continuar.
- Não é permitido spam.
- Não é permitido comentário que não tenha ligação com o post.
- Clique em notifique-me para receber uma notificação quando eu responder seu comentário.